De Souza Minayo, María C. O desafio do conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo / Rio de Janeiro: Hucitec / ABRASCO, 2a Edição, 1993. 269 p.

Primeira edição: 1992.

Objetivos: Apresentar e analisar as aplicações de metodologias qualitativas de pesquisa no campo da saúde.

Metodologia: Pedagógica analítica.

Resultados: A autora introduz o tema com uma análise das teorias e suas consequências metodológicas. Realiza uma introdução a metodologia da pesquisa social, apresentando os conceitos básicos. Apresenta as principais teorias sociais (positivismo, funcionalismo, sociologia compreensiva, marxismo, hermenêutica).

A partir do capítulo 2 a autora desenvolve cada uma das fases da pesquisa qualitativa: a) a fase exploratória, b) a fase de trabalho de campo, entendida como o recorte empírico que responde a construção prévia do objeto de estudo no campo teórico, é nesta fase que se aplicam as diversas técnicas de obtenção de informação (entrevistas estruturadas e não estruturadas, a história da vida, a discussão grupal, a observação participante; e c) a fase de análise do material (análise do conteúdo, análise do discurso, a hermenêutica-dialética). Finalmente realiza uma proposta de integração da análise.

Conclusões: A metodologia de pesquisa qualitativa é uma grande contribuição para uma perspectiva diferente do desenvolvimento do conhecimento da saúde e a doença.

Copyright 2007 University of New Mexico